fbpx

Nove Comportamentos de Pessoas que Impactam Positivamente o Mundo

Nove Comportamentos de Pessoas que Impactam Positivamente o Mundo

Compartilhe:

Olhe ao seu redor e você verá três tipos de pessoas – aqueles que odeiam seu trabalho e queixam-se amargamente, aqueles que apenas toleram seu trabalho pois o vê como uma forma de “pagar as contas e, finalmente, aqueles que amam o seu trabalho e apreciam o que fazem. A terceira categoria é um pequeno subconjunto de todos os profissionais em todo o mundo, mas esse grupo se destaca porque são, na maioria das vezes, as pessoas que melhoram o mundo.

No meu trabalho, atuando como palestrante na área de comportamento e atitude, além de escritora, tive a oportunidade de me conectar com pessoas que causaram um impacto verdadeiro e mensurável no mundo, incluindo especialistas, autores, pesquisadores, jornalistas, cientistas, inovadores e empresas de renome. Gênios e empresários. Entretanto, entre esse grupo de influenciadores do mundo, também há pessoas comuns que encontraram um nicho especial no qual contribuíram no mais alto nível.

É importante notar que as pessoas que fizeram uma diferença real em sua maioria não são privilegiadas, favorecidas ou “especiais” em qualquer área. Muitos veem de famílias humildes, circunstâncias desfavoráveis e tiveram poucas oportunidades de estudo, mas encontraram maneiras de se levantar e superar suas circunstâncias (e seus genes) para transformar suas próprias vidas e as que estão ao seu redor.

Pesquisando esses criadores, agitadores e disruptores, e trabalhando com pessoas que moldam o mundo ao seu redor de maneiras poderosas e construtivas, observei nove comportamentos básicos que os diferenciam – maneiras habituais de se comportarem e abordarem a vida e o trabalho que os distinguem daqueles que desejam fazer a diferença, mas não conseguem ou não encontram o caminho.

Os 9 principais comportamentos das pessoas que impactam positivamente o mundo são:

Elas se dedicam ao que dá significado e propósito à sua vida.

Milhares de pessoas hoje não acreditam em significado e propósito como algo para descobrir ou buscar na vida. E outros acreditam em um propósito de vida, mas não correm o risco de identificá-lo ou honrá-lo. Aqueles com influência positiva sentem o contrário. Eles descobriram que existe um propósito para sua vida, e esse propósito geralmente envolve algum aspecto de transformar sua “bagunça em uma mensagem”, ou usar o que aprenderam (muitas vezes da maneira mais difícil) como um meio de servir outras pessoas. As pessoas com um senso de propósito são dirigidas, focadas, comprometidas e iluminadas por dentro – incapazes de serem dissuadidas ou distraídas do que acreditam ser a razão pela qual estão neste planeta neste momento. Esse senso de significado e propósito lhes dá impulso inesgotável e oferece diretrizes para seguir ao longo do caminho.

Elas se comprometem a melhorar continuamente.

Pessoas que impactam o mundo para melhor sabem que não são perfeitas. Eles entendem que como o conhecimento delas não é “completo” – sempre há lacunas, limitações e habilidades a serem desenvolvidas, além de novos lugares para ir com os seus conhecimentos.

Sim, os inovadores que moldam positivamente o mundo veem de uma “mente de principiante” e um coração amoroso e compassivo – com uma abertura para ver, aprender e experimentar novas coisas no caminho de ser um melhor servidor no mundo.

Elas se envolvem com as pessoas de maneiras abertas e mutuamente benéficas.

Aqueles com enorme influência positiva entendem o poder dos relacionamentos, conexão e se deixam envolver abertamente com o mundo. Elas não têm medo de ficar “lá fora” – conectando-se com os outros, compartilhando seus conhecimentos e talentos, oferecendo seus pontos de vista e opiniões autênticas e muitas vezes controversas. Eles foram além de qualquer introversão, timidez ou relutância em ser quem são e aprenderam a se relacionar bem com os outros e a construir relacionamentos de apoio mútuo que impulsionam ambas as partes para um nível mais elevado. Elas sabem que relacionamentos positivos, de apoio e autênticos, são os alicerces fundamentais para tudo e qualquer coisa que elas querem alcançar.

Eles investem tempo e energia não naquilo que é, mas no que pode ser.

As pessoas com quem eu interagi e convivi que causaram um impacto positivo no mundo não são complacentes com a conformidade. Quando elas enxergam algo que as agita e perturba, elas se esforçam para saber mais, chegar à raiz da questão, pesquisar e entender os fatores que contribuem e como chegar a novas soluções. Elas observam lacunas e erros no pensamento e comportamento comuns, e confiam em si mesmas em sua crença de que é hora de ultrapassar os limites do que é aceito. Eles querem afetar a mudança porque acreditam que a mudança trará uma maneira melhor para viver.

São pessoas que abraçam a crítica.

Os influenciadores positivos mais poderosos não precisam ou querem estar “certos” – eles querem crescer e serem mais eficazes. Para que isso ocorra, eles caminham diretamente para a crítica e abraçam o desafio. Eles não têm medo de colocar seu trabalho lá fora para os outros fazerem furos. Eles são fortes e confiantes em face da oposição, mas sabem como integrar um feedback construtivo para fortalecer seu trabalho e suas ideias. Eles se engajam em um diálogo aberto e são bem-vindos.

Elas espalham o que sabem.

Todos nós conhecemos autores ou “especialistas” que mantêm seus conhecimentos em segredo, perto do colete. Eles têm medo de deixar sair por medo de alguém roubá-lo ou ganhar dinheiro com suas ideias.

Isso é o oposto da mentalidade do influenciador positivo. Pessoas que fazem uma diferença positiva verdadeira não podem deixar de compartilhar e ensinar o que aprenderam. Eles não consideram seu conhecimento como apenas uma mercadoria para vender, como um ticket de refeição ou um fabricante de dinheiro – eles enxergam como informação que tem que ser compartilhada com o mundo para o seu aprimoramento.

Acreditam que suas ideias e inovações são úteis e valiosas para os outros, e não podem deixar de compartilhá-las abertamente e ensinar aos outros o que aprenderam. Eles vivem o princípio universal – “quanto mais você doa, mais você ganha”.

Elas elevam os outros à medida que sobem.

Infelizmente é comum ouvirmos relatos de dezenas de “líderes” e grandes empreendedores que chegaram onde estão pisando nas cabeças e nas costas daqueles que estão no caminho. Pessoas assim não são verdadeiros líderes ou influenciadores, porque seu poder é uma farsa – foi obtido de forma antiética, é superficial e fraco e não pode ser sustentado a longo prazo.

Por outro lado, as pessoas que impactam positivamente no mundo não só obtêm resultados surpreendentes em seu trabalho, mas em seus processos para obtenção destes resultados – como eles agem em seu cotidiano – também é inspirador e gratificante.

Eles estão felizes em ajudar e apoiar aos outros, e têm um excesso de energia positiva que enriquece a vida de todos com quem trabalham e se conectam. Esses influenciadores positivos querem que os outros cresçam. Eles se afastam das oportunidades de “construção de sucesso” que serão prejudiciais e danosas para os outros. Eles sabem que essas abordagens antiéticas, degradantes ou destrutivas vão contra o próprio significado e propósito com o qual estão comprometidos.

Eles veem a jornada como o objetivo.

Os influenciadores positivos não aceitam atalhos ou optam pelo dinheiro rápido ou pela resposta fácil. Eles não veem algum objetivo ou resultado arbitrário como destino, porque acreditam que não há fim – está tudo na jornada. É sobre o que estão aprendendo, vivenciando e construindo para ajudar os outros e, para isso, não há ponto final definido.

Estas pessoas abraçam o fracasso mais prontamente do que outros como “informação” que as guia. Elas são mais fluidas e flexíveis e mais abertas aos “como”, afinal, seu objetivo final não é manter o título, a renda, a reputação, a estatura ou o poder, mas sim novas maneiras de ajudar e compartilhar o que sabem.

Elas usam seu poder de influência para o bem.

Infelizmente, é uma ocorrência comum nos negócios de hoje testemunhar poder e influência sendo exercidos como uma arma. Dói e destrói. Os influenciadores positivos usam bem e sabiamente seu poder. São pessoas que entendem a influência generalizada que elas detêm, o poder que elas têm para construir e elevar, ou derrubar.

Aqueles que impactam o mundo para melhor são cuidadosos e criteriosos com suas palavras, ações e comportamentos. Eles operam com afinco e se importam profundamente com seu processo e estilo de liderança e comunicação, e a influência que têm. Eles levam a sério, como uma honra e responsabilidade especial para não ser ostentado ou mal utilizado. Eles entendem seu papel especial e o aceitam com graça, compaixão e cuidado.

Você está ansioso para causar um impacto positivo no mundo? Em caso afirmativo, esses comportamentos correspondem aos seus? Como eles são diferentes?

Compartilhe:

Katiane Vieira
Katiane Vieira

Escritora, palestrante e empreendedora social com foco em desenvolvimento sustentável. Seu objetivo é motivar as pessoas de todos os cantos do mundo a fazerem mais para que possam viver uma vida mais feliz, seja para obter mais benefícios de suas atividades diárias ou para viver uma vida cheia de emoções positivas e realizações únicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias
Podcast
Katiane Vieira
ACESSE!
Teste de Inteligência Emocional
Acompanhe no Facebook
Quer receber novidades? Coloque seus dados abaixo!