fbpx

A busca pela felicidade

Felicidade

Compartilhe:

A busca da felicidade é o combustível que move a humanidade – é ela que nos força a estudar, trabalhar, ter fé, construir casas, realizar coisas, juntar dinheiro, gastar dinheiro, fazer amigos, brigar, casar, separar, ter filhos e depois protegê-los.

Você já se perguntou por que algumas pessoas parecem mais felizes do que outras? Talvez você tenha dito a si mesmo: “Se eu tivesse esse emprego, seria mais feliz”. Ou “Se eu estivesse com essa pessoa, seria mais feliz”. Ou ainda “Se eu tivesse realizado os meus sonhos, eu seria mais feliz”.

E se eu lhe disser que pesquisas apontam que sucesso não traz felicidade? Recentes descobertas na área da psicologia e neurociência mostram que essa fórmula está de fato invertida: A felicidade alimenta o sucesso, não o contrário.

Quando estamos felizes, nosso cérebro fica mais motivado, engajado, criativo, energético, resiliente e produtivo. Isso significa que, quando estamos felizes, temos mais chances de conseguirmos o que queremos na vida – seja nosso emprego dos sonhos, nosso relacionamento ideal ou qualquer outra coisa maravilhosa que desejamos.

Você pode estar se perguntado: “OK, mas qual o segredo?”

Com base em minha própria experiência pessoal e nos 20 fatos sobre felicidade publicados pela Universidade de Harvard, o segredo percorre 20 hábitos simples. Vamos a eles!

1. Seja grato.

Desacelere, olhe ao seu redor e preste atenção nos pequenos detalhes de sua vida – a delicada flor roxa na calçada, o belo pôr do sol, o banho quente que lava seu longo dia e o sorriso nos olhos das pessoas ao seu redor.

Quando você tem um coração agradecido que aprecia o embelezamento, a maravilha e as bênçãos da vida, você está automaticamente cheio de felicidade.

2. Escolha seus amigos com sabedoria.

Segundo os pesquisadores de Harvard, os fatores externos mais importantes que afetam a felicidade individual são os relacionamentos humanos.

Então, se você quer ser feliz, escolha estar perto de pessoas que são otimistas, que apreciam você como você é e que podem tornar sua vida mais rica, maior, mais divertida e mais significativa.

3. Cultive a compaixão.

Quando tentamos nos colocar no lugar de outras pessoas e entender uma situação do ponto de vista de outra pessoa, é mais provável que lidemos com a situação com compaixão, objetividade e eficácia. Haverá menos conflitos e mais felicidade.

4. Continue aprendendo.

Aprender nos mantém jovens e os sonhos nos mantêm vivos.

Quando envolvemos nossos cérebros e os colocamos em prol de usos produtivos, é menos provável que nos detenhamos em pensamentos infelizes e muito mais propensos a nos sentirmos felizes e satisfeitos.

5. Torne-se um “solucionador” de problemas.

Pessoas felizes são “solucionadoras” de problemas. Quando encontram um desafio na vida, não se batem e caem num estado depressivo. Em vez disso, elas enfrentam o desafio e canalizam suas energias para encontrar uma solução criativa.

Ao se tornar um “solucionador” de problemas, você aumentará sua autoconfiança e sua capacidade de realizar o que quer que seja sua mente – e quaisquer desafios que a vida lhe traga.

O resultado? Você terá mais felicidade em sua vida.

6. Faça o que você ama.

Como passamos mais de um terço da nossa vida adulta trabalhando, amar o que fazemos tem um enorme impacto na felicidade geral.

É uma das maiores bênçãos da vida encontrar uma linha de trabalho que nos apaixone profundamente e que utilize nossos maiores dons. Se isso não for possível no momento, tente encontrar prazer e significado em seu trabalho atual ou cultive um hobby que envolva fazer algo que você ama.

7. Viver no presente.

Quando você se sente deprimido, você está vivendo no passado. Quando você se sentir preocupado ou ansioso, você está vivendo no futuro. Mas quando você se sente contente, feliz e pacífico, você está vivendo no presente.

8. Rir frequentemente.

O riso é a anedota mais poderosa para raiva ou depressão.

A pesquisa mostrou que o simples ato de curvar os cantos da boca pode aumentar sua sensação de felicidade.

Portanto, não leve a vida muito a sério. Tente encontrar humor e riso nas lutas cotidianas da vida.

9. Pratique o perdão.

O ressentimento e a raiva são formas de autopunição. Quando você perdoa, você está realmente praticando bondade consigo mesmo.

Portanto, aprenda a perdoar aqueles que o magoaram no passado. E o mais importante, aprenda a se perdoar.

Todo mundo comete erros. É através dos nossos erros que aprendemos e crescemos para nos tornarmos uma pessoa maior e melhor.

10. Diga obrigado frequentemente.

Sempre aprecie as bênçãos em sua vida. E é igualmente importante expressar seu agradecimento àqueles que melhoraram sua vida de alguma forma, grande ou pequena.

11. Crie conexões mais profundas.

Nossa felicidade se multiplica quando nos conectamos e nos relacionamos com outro ser humano em um nível mais profundo.

E estar totalmente presente e ouvir são duas das habilidades mais importantes para fortalecer esse vínculo e trazer felicidade para nós mesmos e para os outros.

12. Mantenha o seu acordo.

Nossa auto-estima é construída sobre os acordos que fizemos com nós mesmos. E a alta auto-estima tem uma correlação direta com a felicidade.

Portanto, mantenha seus acordos com os outros e com você mesmo. Faça o que você diz que vai fazer.

13. Medite.

De acordo com Harvard, as pessoas que fazem 8 sessões de treinamento de meditação em mindfulness são, em média, 20% mais felizes do que um grupo de controle.

Tal treinamento pode levar a mudanças cerebrais estruturais, incluindo o aumento da densidade da massa cinzenta no hipocampo, conhecido por ser importante para a aprendizagem e a memória, e em estruturas associadas à autoconsciência, compaixão e introspecção.

14. Concentre-se no que você está fazendo.

Quando você coloca sua mente, coração e alma no que está fazendo, você está criando um estado de felicidade – chamado de “fluxo”.

Quando você está vivendo no fluxo, é menos provável que você se preocupe com o que os outros pensam de você e menos se incomode com coisas que não são tão importantes. O resultado? Mais felicidade, claro!

15. Seja otimista.

Para pessoas felizes, o copo está sempre meio cheio. Se a sua tendência é imaginar o pior cenário sempre que enfrentar um desafio, então treine-se para reverter essa tendência.

Pergunte a si mesmo que bom pode sair da situação ou o que você pode aprender com isso. O otimismo certamente alimenta o sucesso e a felicidade.

16. Amor incondicionalmente.

Ninguém é perfeito. Aceite-se por todas as suas imperfeições. E faça isso para os outros.

Amar alguém incondicionalmente não significa que você precisa gastar todo o seu tempo com eles ou ajudá-los a descobrir seus problemas.

Amor incondicional significa aceitar as pessoas como elas são e permitir que elas encontrem seus próprios caminhos, em seu próprio ritmo.

17. Não desista.

Projetos inacabados e repetidas derrotas inevitavelmente amortecem a auto-estima.

Se você já decidiu fazer alguma coisa, veja bem. Não desista até que você tenha sucesso.

Lembre-se, o fracasso é temporário, mas a derrota é permanente. E a derrota só ocorre quando você desiste.

18. Faça o seu melhor e depois solte.

Todo mundo tem limitações e as coisas nem sempre acabam sendo o que gostaríamos que fossem – apesar de nossos esforços.

Então sempre dê o seu melhor e depois solte. Deixe os eventos seguirem seu curso. Quando você fizer o seu melhor, você não terá arrependimentos.

19. Cuide-se.

Um corpo saudável é a chave para a felicidade. Se você tem problemas de saúde, é muito difícil ser feliz, não importa o quanto você tente.

Portanto, certifique-se de comer bem, exercitar-se e encontrar tempo para descansar. Cuide bem do seu corpo, sua mente e seu espírito.

20. Devolva.

Fazer o bem é uma das maneiras mais seguras de se sentir bem.

De acordo os os pesquisadores, quando as pessoas fazem o bem, seus cérebros se tornam ativos no mesmo centro de recompensa que é estimulado quando elas experimentam outras recompensas.

Portanto, não é uma surpresa que as pessoas que se importam mais com os outros sejam mais felizes do que aquelas que se importam menos com os outros.

Esses hábitos de felicidade provaram ser verdadeiros em minha própria vida. Durante os períodos em que me concentro em cultivar os hábitos listados acima, me sinto mais feliz e mais realizado – como agora.

Felicidade não é um acidente. É uma decisão consciente que exige esforço consciente.

Você não pode buscar a felicidade diretamente. Quando você faz, a felicidade lhe escapa.

Em vez disso, concentre-se em cultivar esses 20 hábitos de felicidade e você terá uma grande felicidade em sua vida, garantida!

Então, qual é a sua experiência? Isso é verdade em sua própria vida? Quantos dos hábitos de felicidade você pratica? E que hábitos você gostaria de cultivar em seguida? Compartilhe conosco!

Até o próximo artigo!

Abraços, Katiane

Compartilhe:

Katiane Vieira
Katiane Vieira

Escritora, palestrante e empreendedora social com foco em desenvolvimento sustentável. Seu objetivo é motivar as pessoas de todos os cantos do mundo a fazerem mais para que possam viver uma vida mais feliz, seja para obter mais benefícios de suas atividades diárias ou para viver uma vida cheia de emoções positivas e realizações únicas.

4 respostas

  1. Boa Noite e Muito Obrigado pelo este excelente presente,.Apartir de hoje começarei a praticar um por Dia até virar um habíto.

    1. Olá Geraldo! Fico feliz em contribuir. O melhor caminho é este mesmo: praticar! Aristóteles já dizia “Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Por isso, a excelência não é um ato, mas sim um hábito.” Abraços

  2. De acordo com á tua habilidade da literatura,tens um foco de assuntos para nivel eduacional,quer para estudante e quer para construição da vida famíliar para que têm o interesse de aprender com tuas inteligênçias obras magnifica!!!!!

  3. Olá Francisco! Ajudar para mim é uma missão de vida. Faço isso de diversas forma, uma delas é compartilhando conhecimento. Recentemente fiz uma publicação nas redes sociais falando justamente sobre isso: minha forma de me comunicar com as pessoas.

    Uma comunicação eficaz não está atrelada a termos técnicos, mas sim, a uma linguagem que todos possam entender. Seja através dos meus livros ou palestras, meu objetivo e produzir uma comunicação eficaz para poder alcançar a mente e o coração dos ouvintes, mais que isso, instalar uma mensagem em níveis conscientes e inconscientes, acessar diferentes públicos.

    O sucesso pessoal e profissional está atrelado a sua capacidade de se comunicar! Abraços

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias
Podcast
Katiane Vieira
ACESSE!
Teste de Inteligência Emocional
Acompanhe no Facebook
Quer receber novidades? Coloque seus dados abaixo!