fbpx

Por que a mudança de comportamento é tão difícil

mudar

Compartilhe:

Quantas vezes você tomou a decisão de mudar alguma coisa em sua vida, e uma semana depois, constatou que voltou para seus velhos hábitos?

Saiba que você não é o único! O processo de mudança pessoal é provavelmente uma das tarefas mais difíceis de se realizar. Pesquisas apontam que 80% das decisões de mudança falham já na primeira semana. Porque? Há duas razões principais para isso. Em primeiro lugar, a mudança é difícil. Em segundo lugar, as pessoas só mudam quando elas podem ver que é do seu melhor interesse fazê-lo.

Embora possa soar como o óbvio, mudança bem sucedida exigem que você esteja pronto para mudar. De acordo com pesquisas na área, as pessoas só mudam quando elas efetivamente enxergam benefícios em se engajar em um novo comportamento – em outras palavras, para fazer uma mudança, você precisa acreditar que vale a pena. Caso contrário, por que se preocupar?

Acredite, isto serve para qualquer comportamentos que em geral as pessoas gostariam de mudar. Como por exemplo: deixar de fumar, o vício das drogas e álcool, comer em excesso, hábitos alimentares, medo de falar em público, atividade física, programa de estudo, mudança profissional, relacionamentos afetivos, relacionamentos profissionais, atitudes inadequadas, cuidados pessoais, autodisciplina, sair da sua zona de conforto e tantos outros hábitos que desejariam que fossem diferentes, mas que não conseguem modifica-los.

Ainda que não seja fácil, não acorra de forma rápida, muito menos com pouco esforço, mudar é possível! E para poder promover mudanças em sua vida, é muito importante começar por conhecer o processo post rás da mudança. Vamos a ele!


As seis principais fases da mudança:

  1. Pré contemplação – Você não sabe o que você precisa saber e você não está mesmo pensando em fazer uma mudança.
  2. Contemplação – Você tem a intenção de mudar, mas está preso pesando os prós e os contras, como uma gangorra balançando de um lado para o outro. A chave para a mudança.
  3. Preparação – Você decidiu mudar, mas não começou o processo de mudança. Nesta fase muitas vezes você tem um plano de ação, mas ainda não consegue dar o primeiro passo para que isso aconteça.
  4. Ação – Uma vez na fase de ação você começa a promover modificações específicas para o seu estilo de vida, e seu novo comportamento pode ser visto através da mudança observável. A linha de tempo aproximada para esta fase é de algumas semanas a 2 ou 3 meses.
  5. Manutenção – Este é o lugar onde você precisa trabalhar duro para manter a nova mudança e ações. Neste estágio você está, muitas vezes trabalhando duro para prevenir a recaída, e isso geralmente ocorre 3 a 6 meses após o início do programa de mudança.
  6. Relapse – Uma parte natural de qualquer processo de mudança, este é o lugar onde o novo comportamento está perdido e você voltar a sua velha forma, muitas vezes mais confortável de ser. Relapse é mais comum na fase de ação ou a manutenção como você ainda está trabalhando duro para se acostumar com seu novo tipo de comportamento.

Agora que você já conhece as fases da mudança, conheça as principais barreiras encontradas nestas fases.

“Eu tentei e falhei antes.”

Uma das principais barreiras que nos impede de promovermos mudanças é o fato de que nós tentamos algo no passado e não funcionou. E, na maioria das vezes, junto com a mudança mal sucedida, acabamos atribuindo o insucesso como uma falha de si mesmos, o que nos impede de fazermos a mudança no futuro, ou de tentarmos fazer a mesma mudança novamente.

No entanto, a forma mais realista de olhar para isto é – talvez você não estivesse pronto. Pense em um momento no passado, quando você foi mal sucedido em fazer uma mudança e tente identificar em que fase você estava. Este é um bom começo.

Como posso seguir em frente?

Ao contemplar a mudança, é normal chegar a um ponto em que você se sente preso. A mudança é um processo difícil. Difícil e complicado que geralmente envolve navegar através dos estágios de mudança em um processo não linear. Um dia você pode estar pronto para mudar, no próximo você está de volta a explorar ou pesando os prós e os contras.

Também é importante lembrar que a mudança não é linear. Reconheça onde você está, o que está acontecendo com você, e aprenda com cada experiência.


5 dicas para fazer uma mudança duradoura

  1. Alterar. Só quando você estiver pronto para a mudança. Identifique em qual estágio você está no processo de mudança e elabore a sua estratégia de mudança com base no estágio de mudança que você vê.
  2. Pesar os prós e contras é normal. Faça a si mesmo perguntas sobre o que os benefícios da mudança lhe trarão.
  3. Seja realista. Define-se metas que se estendem, mas que sejam realistas. Entenda que recaídas fazem parte do processo, não se prepare para o fracasso.
  4. Relapse não é falha. Se houver uma recaída para seu comportamento antigo, este não é um fracasso. Reveja o que aconteceu e redefina o que você está tentando alcançar.
  5. Obter o apoio – mudança é difícil o suficiente no melhor dos tempos, por isso, quando você estiver pronto para mudar, fazer um compromisso com os outros e comunicar as suas intenções em um esforço para angariar apoio e comemorar seu sucesso.

Lembre-se: a realidade é que a mudança profunda pode ser lenta, frustrante, com alguns recuos, contratempos e decepções. Mas entenda que se a mudança irá te trazer benefícios, seja pelo motivo ou objetivo que for, por mais que seja difícil, ainda assim a recompensa será muito gratificante pois você se sentirá realizado.

Abraços,

Katiane

Compartilhe:

Katiane Vieira
Katiane Vieira

Escritora, palestrante e empreendedora social com foco em desenvolvimento sustentável. Seu objetivo é motivar as pessoas de todos os cantos do mundo a fazerem mais para que possam viver uma vida mais feliz, seja para obter mais benefícios de suas atividades diárias ou para viver uma vida cheia de emoções positivas e realizações únicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias
Podcast
Katiane Vieira
ACESSE!
Teste de Inteligência Emocional
Acompanhe no Facebook
Quer receber novidades? Coloque seus dados abaixo!