fbpx
Pesquisar
Close this search box.

Katiane Vieira

Como desenvolver o autoconhecimento profissional

Trabalhar 20 horas por dia não é o que irá melhorar o deu desempenho, não é o vai mudar a sua vida financeira, como certamente também não é o que vai gerar satisfação em sua vida de uma forma geral. Pelo contrário! Focar só no trabalho, principalmente em um trabalho que não te gera satisfação, vai agravar vários outros aspectos da sua vida, como saúde, família e momentos de lazer.
artigo

Compartilhe:

Existem diversos aspectos que podem ser trabalhados para alcançar o sucesso na sua carreira, desde os pessoais até a busca constante pelo aprendizado.  

E é aqui que entra o autoconhecimento profissional. 

Muitas vezes, no dia a dia de trabalho, as pessoas não entendem por que estão com dificuldades ou insatisfeitas. 

E esse sentimento é um indício de falta de autoconhecimento profissional. Pois quem se conhece, sabe identificar quais elementos estão prejudicando as atividades, e o que pode ser feito para resolver esse problema. 

Para que isso fique mais claro, vou trazer uma definição do que é o autoconhecimento profissional:  

Autoconhecimento profissional é uma ferramenta utilizada para que cada pessoa entenda mais de si mesmo em assuntos relacionados com o trabalho.  

Desse modo, ele é utilizado para conhecer as habilidades e as competências, dificuldades e limitações, entre outros aspectos positivos e negativos que fazem parte da sua personalidade, da sua identidade. 

É por meio desse autoconhecimento que você terá mais noção sobre quais áreas profissionais são mais adequadas para você, para a sua carreira.  

Por isso, é preciso ter honestidade ao fazer essa autoavaliação para que ela contribua com os seus objetivos profissionais.  

Porque vamos combinar né… De nada adianta se enganar e acreditar em coisas que não são de fato a realidade. 

Outra coisa que também NÃO vai te ajudar a sair da insatisfação profissional e planejar uma carreira de sucesso, é você ficar alimentando a ideia ou dar ouvido para as pessoas te dizendo que o problema está com a falta de empenho.  

Tem gente que acha que se, se esforçarem mais as coisas vão acontecer. 

Mas acontece que não adianta você se esforçar muito, fazendo esforço errado. 

Porque trabalhar 20 horas por dia não é o que irá melhorar o deu desempenho, não é o vai mudar a sua vida financeira, como certamente também não é o que vai gerar satisfação em sua vida de uma forma geral. 

Pelo contrário! Focar só no trabalho, principalmente em um trabalho que não te gera satisfação vai agravar vários outros aspectos da sua vida, como saúde, família, momentos de lazer.  

O que de verdade te ajudar a sair da insatisfação profissional e planejar uma carreira de sucesso é o volume de conhecimento que você tem e o quanto você o aplica isso na prática. 

E isso que verdadeiramente nos ajuda. 

Então se hoje você não tem pelo menos 40 minutos diários, para investir no seu autoconhecimento, expandir o seu nível de consciência sobre você. 

Seja fazendo cursos, assistir aos vídeos com dicas no meu canal do Youtube, fazer um treinamento, conhecer ferramentas para aprimorar suas habilidades e conhecimentos, e entender sobre o mercado que você atua hoje… 

Se você não conseguir se quer tirar uns 40 minutos todos os dias para investir nisso, não adianta você trabalhar mais tempo. 

Quando você se propõe a descobrir as suas próprias convicções, é possível perceber o que pode trazer mais satisfação e o que tira da zona de conforto. 

Sendo assim, o autoconhecimento profissional é essencial para o processo de tomada de decisões da sua carreira.  

As suas informações e a compreensão de quem você é, irá contribuir para decidir quais serão os objetivos da sua carreira, deixando claro o que precisa ser feito para evoluir constantemente. 

Inclusive isso também tornará mais fácil detectar possíveis mudanças de rota, como uma troca de curso superior ou de ramo de atuação dentro da sua profissão.  

E também é uma forma de nunca ficar estagnado, estando sempre disposto a evoluir e a fazer as adaptações necessárias para sair da insatisfação profissional e planejar uma carreira de sucesso. 

Porque a ausência de autoconhecimento é o mesmo que viver em um total “piloto automático”, apenas reagindo aos estímulos externos de acordo com os conteúdos de nossa mente inconsciente, sem compreender muito bem o porquê de algumas situações e comportamentos.  

Por exemplo: A ausência de inteligência emocional pode resultar em reações diferentes, de acordo com a situação, como não conseguir se apresentar em público, explodir de raiva facilmente quando contrariado, fugir de conflitos ou desafios inevitáveis, não conseguir manter o foco durante uma atividade de “pressão”, ter aquele famoso “deu branco” por causa do nervosismo. 

Inclusive eu fiz uma live abordando esse assunto e falo de muitos outros exemplos. Caso você queira assistir, é só dar um play do vídeo abaixo! 👇

Então a questão aqui é: se você não investir em autoconhecimento profissional, como é que você conseguirá lidar com tudo isso sem se sobrecarregar, sem desenvolver um transtorno de ansiedade ou acabar no hospital e com depressão como aconteceu comigo? 

Autoconhecimento profissional diz respeito a conhecer seus pontos positivos e negativos e direcionar os seus esforços. 

Sem isso você não conseguirá sair da insatisfação profissional e planejar uma carreira de sucesso. 

Você vai acabar na verdade entrando ciclos negativos repetitivos, autossabotagens e frustração.  

 

É possível sair disso? 

Sim! Não importa o grau que você está hoje nesse ciclo. 

Em um processo de autoconhecimento você pode trabalhar alguns pontos importantes, e eu vou destacar quatro pontos:   

1 – Autossabotagem: Comportamentos conscientes ou subconscientes que sabotam atividades ou objetivos que são reconhecidamente importantes para o indivíduo. 

2 – Crenças limitantes/negativas: Boa parte do sucesso profissional de uma pessoa passa por conceitos ou ideias congeladas na mente subconsciente ou inconsciente, que levam a comportamentos autodestrutivos.  

Esses tipos de crenças formam a base das autossabotagens. 

3 – Carências patológicas: Forte fixação por uma das necessidades sociais, provavelmente criada na fase infantil, como: afeto, atenção, validação, reconhecimento, inclusão e aceitação, por exemplo. 

4 – Áreas da vida em conflito: Para que seja possível alcançar uma vida mais harmônica é fundamental ter uma ideia mais clara de quais áreas da nossa vida precisam de atenção especial, e qual a atual situação dessas áreas. 

 

Agora falando especificamente em autoconhecimento profissional, as dicas mais interessantes são… 

Primeiramente Conheça seus pontos fortes e fracos 

O primeiro passo para se conhecer melhor é fazer uma análise sincera e objetiva das suas características.  

Deixe o orgulho e avalie de forma crítica suas limitações, pois isso indicará quais habilidades devem ser desenvolvidas para que a sua competitividade no mercado melhore. 

Além disso, avalie também as qualidades e os aspectos em que você se destaca.  

Isso é importante para que você tenha compreensão de quais competências são um diferencial e podem ser usadas de forma inteligente para o seu sucesso. 

Dificilmente você conseguirá sair de um quadro de insatisfação profissional e planejar uma carreira de sucesso sem esta investigação. 

Sem esse mínimo você certamente mudará de empresa, de seguimento, de profissão, até mesmo de carreira e continuará insatisfeito. 

Para te ajudar neste processo, faça uso de ferramentas como a SWOT Pessoal. No meu canal do YouTube já um vídeo onde te explico como usar esta ferramenta da forma correta. Inclusive tem até um modelo pronto para realizar a sua análise junto com as perguntas apresentadas no tutorial. Para conferir, clique aqui!

 

Um segundo ponto importante é definir qual é o seu objetivo ao mudar de empresa, de carreira ou profissão. 

Se você não sabe onde quer chegar, dificilmente tomará as atitudes necessárias para que a sua profissão seja algo positivo na sua vida.  

Quando as metas e os objetivos estão traçados de forma consciente, é mais fácil buscar o que é necessário para alcançá-los.  

E uma coisa importante aqui: sempre estabeleça alvos que sejam ambiciosos, mas possíveis de alcançar, pois isso contribui para manter a motivação. 

Se você estabelecer metas e objetivos irreais para o momento, ou pelo menos com um curto prazo de tempo para executar, já é praticamente um ato de autossabotagem. 

 

E lembre-se sempre: Busque conhecimento constante. 

Tire todos os dias pelo menos 40 minutos para se dedicar a aprender alguma coisa, principalmente na expansão do seu nível de consciência sobre si mesmo. 

O autoconhecimento coloca uma pessoa no controle de sua mente e harmoniza as diversas áreas da vida, como a profissional, financeira, familiar e amorosa. 

E quando o assunto é sair da insatisfação profissional e planejar uma carreira de sucesso, o autoconhecimento torna-se extremamente crucial. 

O mercado de trabalho é bastante dinâmico, o que exige que os profissionais estejam sempre reavaliando suas habilidades.  

Por isso, busque conhecimento constante. O conhecimento também pode ser complementar para a sua profissão, como um curso de especialização ou uma novidade na área.  

Além disso, é possível buscar aprender coisas novas em outras áreas, abrindo a possibilidade de uma mudança de rumo na sua carreira. 

E para encerrarmos este artigo eu quero te deixar a seguinte mensagem: respeite os seus limites.  

A vida não é só sobre trabalhar, trabalhar e trabalhar. 

Tenha sempre um espaço para descansar, refletir em outras áreas da sua vida e descobrir o que de fato traz felicidade.  

Esses momentos pessoais são essenciais para que você restabeleça suas energias e esteja preparado para os assuntos profissionais. 

Qual é a vida que você está vivendo? 

Essa é a pergunta que você tem que se fazer!

Compartilhe:

Picture of Katiane Vieira
Katiane Vieira

Escritora, palestrante e empreendedora social com foco em desenvolvimento sustentável. Seu objetivo é motivar as pessoas de todos os cantos do mundo a fazerem mais para que possam viver uma vida mais feliz, seja para obter mais benefícios de suas atividades diárias ou para viver uma vida cheia de emoções positivas e realizações únicas.

2 respostas

  1. Kati,
    Tenho te acompanhado, os temas que você abordam fazem muito sentido pra mim. Percebo que tenho tanto a desenvolver e compreender.
    Obrigada pela entega!

    1. Oi, Fabrine! Gratidão pelo seu feedback. 💐

      Todos nós sempre teremos algo para desenvolver e compreender. O desenvolvimento pessoal é uma jornada contínua e transformadora. Investir em si mesmo e se tornar a melhor versão de você é a chave para alcançar o sucesso e a felicidade. Aprender a aprimorar suas habilidades, descobrir suas paixões, melhorar suas relações interpessoais e lidar com suas emoções é o caminho para viver uma vida mais plena e satisfatória.

      Então, não perca tempo! Comece a investir em seu desenvolvimento pessoal hoje mesmo e transforme-se na melhor versão de si mesmo. Lembre-se, a jornada é única para cada um de nós, portanto, lembre-se sempre de não comprara os seus resultados com os dos outros. Seria o mesmo que você comparar o palco de alguém com seus bastidores e isso não é justo com você.

      Aproveitando… dê uma olhada e me siga em outros canais, sempre há conteúdo novo nesses canais também.

      – Canal do Youtube: http://youtube.com/katianevieira
      – Instagram: https://www.instagram.com/katianevieiraoficial/
      – Facebook: https://www.facebook.com/katianevieiraoficial/

      Abraços,
      Katiane

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pesquisar
Categorias
Teste de Inteligência Emocional
Podcast
Katiane Vieira
ACESSE!
Acompanhe no Facebook